Autores -Enfermeiros António Araújo - Natália Araújo

Se tiver trabalhos para publicar, envie-mos por email. Obrigado PAGINA ENFERMEIRO
TRABALHOS DE ENFERMAGEM CAMPO CIRURGICO PUNÇÃO LOMBAR C.CONVULSIVA CONVULSÃO AMIGDALITES ENFARTE DO MIOCARDIO
  HIDROCEFALIA          

MENINGITE

RESUMO RESUMO RESUMO

Meningite - << é uma inflamação das meninges e do L.C.R. interposto. O processo inflamatório estende-se por todo o espaço sub-aracnoide em torno do encéfalo e da medula espinal e costuma envolver os ventrículos>>

1 - TIPOS DE MENINGITE

# – Meningite Bacteriana ou piogénica meningococos ( bactérias formadoras de pûs ) bacilos influenza pneumococos

# – Meningite Tuberculosa - bacilos da tuberculose

# – Meningite Asséptica ou Viral – agentes virais

 

2 – MENINGITE BACTERIANA <<É uma inflamação das membranas que cobrem o cérebro e a espinal medula, causada por microorganismos piogenicos e caracterizada por L.C.R. turvo, com proteinorraquia aumentada, glicorraquia diminuída e hipercitose á custa de leucócitos polimorfonucleares alterados.>>

2.1 – ETIOLOGIA

Pode ser causada por bactérias patogénicas e não patogénicas. Todos os Mo podem causar meningite, desde que consigam atravessar a barreira hematoencefalica. Agentes mais frequentes:

- Neisséria meningitides (meningococos)

- Haemophilus influenza tipo 3

- Streptococus pneumoniae (pneumococo)

 

2.2 – FISIOPATOLOGIA

A via de infecção mais comum é por disseminação vascular apartir de um foco de infecção localizado noutra região.

Os Mo podem atingir as meninges :

- por extensão directa duma infecção do ouvido médio, da mastoide ou seios perinasais;
- através de fracturas da base do craneo através de fístulas dérmicas congénitas concomitantes;
- mielomeningocelo;
- na sequência de uma intervenção cirúrgica;

 

2.3 – MANIFESTACÇÕES CLINICAS

As manifestações clinicas, dependem em grande medida :

- da idade do doente;
- da duração da doença;
- da resposta á infecção;
- do tipo de Mo implicado
 

Na maioria dos casos, há um período de 3 dias de doença antes do aparecimento incontestável de meningite.

Sinais meningeos :

- rigidez da nuca

- Brudzinski

- Kernig

# Crianças com mais de 2 anos :

- mal estar geral;
- febre (38-40ºc );
- calafrios;
- cefaleia intensa;
- vómitos;
- dores generalizadas;
- convulsão ( ocasionalmente ) irritação;
- sinais meningeos presentes;
- exantemas petéquiais ou púrpuricos

Estes sintomas tendem a agravar-se, podendo mesmo originar um estado de coma.

# Lactentes e crianças pequenas : Raramente é observado o quadro clássico de meningite. Os sinais meningeos, não contribuem para o diagnóstico por serem de difícil avaliação.

Podem apresentar :

- febre; vómitos;
- irritabilidade;
- convulsões;
- choro;
- rigidez da nuca.

# - Período neonatal De diagnóstico difícil. Por vezes pode ser definido com um << a criança não está bem>>.

Os sintomas mais frequentes são:

- recusa alimentar;
- escassa capacidade de sucção;
- vómitos e/ou diarreia;
- tónus fraco;
- choro débil;
- hipotermia ou febre;
- icterícia;
- sonolência;
- convulsões;

 

2.4 – DIAGNOSTICO

- exame físico
- P.L.(diag. Definitivo)

Em alguns casos, as culturas de material colhido no nariz e garganta, podem oferecer informações valiosas.

 

2.5 – TERAPÊUTICA

A conduta terapêutica inicial compreende :

- isolamento;
- instituição de antibioterapia;
- manutenção de Hidratação;
- manutenção de ventilação;
- controle de convulsões;
- controle de temperatura;
- correcção de anemia.

 

2.6 – PROGNOSTICO

O prognóstico depende de :

- idade da criança;
- tipo de Mo;
- gravidade da infecção;
- duração da doença antes do inicio do tratamento.

 

2.7 – PREVENÇÃO

# Nas meningites neonatais, a prevenção é feita com a melhoria da assistência obstétrica.

# Pode ser feita através da vacinação, com vacinas para meningococos tipo A e tipo C.

# Prevenção de infecções respiratórias e dos ouvidos.

 

3- MENINGITE NÃO BACTERIANA ( ASSÉPTICA ) <<É um síndrome benigno causado porinumeros agentes, principalmente vírus, e está frequentemente associada a outras doenças, como o sarampo, parotidite e leucemia.>>